Segunda, 20 de maio de 2019
Logo

Acesso ao Painel

cadastre-se | esqueci minha senha

Conheça o tratamento para Osteoporose em dose anual
  • Leitura
    A A
  • Imprimir
  • Indique nosso site

Células do Tecido Ósseo

O tecido ósseo é constituído por células distintas com funções distintas. São elas o Osteoblasto, o Osteoclasto e o Osteócito.

Osteoblasto

São os osteoblastos células típicas do tecido conjuntivo, oriundos de uma célula primitiva (célula mesenquimal indiferenciada). Sua função básica é a de síntese (formação) do tecido ósseo. Sintetizam elas o pró-colageno tipo I, as proteínas da matrix extracelular, a fosfatase alcalina e a osteocalcina, sendo que já foram identificados nestas células, receptores para estrógeno, progesterona, glicocorticóides, testosterona, estradiol e a Vitamina D3 explicando, com isso, as influências das concentrações destes elementos na formação óssea.

Fonte: www.logic.com.br/prof.cynara

Osteoclasto

São os Osteoclastos células originárias do tecido hematopoiético, sendo derivadas de colônias de células formadoras de macrófagos. Sua função básica é a de reabsorção óssea. É o Osteoclasto uma célula multinuclear, que apresenta uma borda irregular que aumenta a sua superfície de contato, aderindo-se assim à área em que será realizada a reabsorção óssea. Esta varre a superfície do osso, continuamente, alterando a sua configuração, à medida que libera ácidos e enzimas hidrolíticas que dissolvem a matrix proteica e os cristais de minerais.

Fonte: www.virtual.epm.br

Osteócito

São os Osteócitos, células osteoprogenitoras, células abundantes do tecido ósseo, sendo células quiescentes que estimuladas podem se transformar em osteoblasto que, realizam seu trabalho de produzir matrix óssea e, uma vez terminado o seu trabalho de síntese, se recobrem de um conteúdo mineral e se situam em cavidades (lacunas).

Possuem eles prolongamentos citoplasmáticos, fazendo uma verdadeira rede de comunicação com outros osteócitos através de canalículos, que se anastomosam com os canalículos das lacunas vizinhas. São estas células as responsáveis pela manutenção do tecido ósseo vivo, uma vez que detectam as alterações físicas químicas deste tecido recrutando, as células, osteoclastos e osteoblastos para as funções de síntese e reabsorção.

Para que haja a integridade do tecido ósseo é necessário que haja um equilíbrio entre a formação e a destruição existindo, desta forma um equilíbrio entre a atividade dinâmica osteoblasto / osteoclasto.

Em diversas doenças metabólicas e na Osteoporose este dinamismo esta alterado.

Fonte: www.virtual.epm.br

Dr. Nelson Mattos Tavares (Especialista e Anatomia Patologia)
Diretor do Laboratório Santista
Contato (13) 3222-9461